Conversor de comandos de MIDI para 4 canais de saídas CV / GATE com operação em modo polifônico e interface MIDI-USB

O MIDI4CV é um conversor que gera sinais de CV (control voltage) e GATE a partir de comandos de notas MIDI. Ele permite que você use um teclado controlador MIDI ou um software no computador para acionar notas em sintetizadores analógicos que são controlados por sinais de CV/GATE.

MIDI4CV versão box

O MIDI4CV gera os sinais apropriados de CV e GATE para acionamento de notas, nos padrões de escalas de 1 volt/oitava (Moog, etc) e Hertz/volts (Korg, Yamaha, etc).

Os sinais de CV das notas incorporam os ajustes do comando de MIDI de Pitchbend. Também podem ser gerados sinais de CV a partir dos comandos de MIDI de Modulation, Aftertouch, Volume, Key Velocity e Pitchbend, assim como podem ser gerados pulsos de tempo (beats) a partir dos comandos de MIDI de sincronização.

MIDI4CV versão eurorack

Os comandos de MIDI de notas e controles podem ser recebidos nos canais de MIDI 1, 2, 3 e/ou 4 (conforme o modo de operação), tanto pela entrada MIDI In como pela porta USB.
O MIDI4CV também pode operar como uma interface MIDI-USB em computador Windows ou Mac.

O MIDI4CV está disponível nas versões “box” e eurorack (18HP).

Modos de operação

O MIDI4CV possui quatro saídas de CV (control voltage) e quatro saídas de GATE, podendo operar em seis modos diferentes. Em todos os modos de operação, o LED de status pisca quando o MIDI4CV recebe comandos de MIDI vindos pela porta MIDI In e/ou pela porta USB (exceto nos comandos de sincronismo MIDI). Os modos de operação podem ser selecionados por meio das microchaves no painel ou via MIDI.

Modo 1 (1 nota / 3 controles)
Neste modo, um comando de nota recebido no canal de MIDI 1 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV1 e GATE1, para acionar aquela nota em um sintetizador analógico.
Conforme a configuração dos parâmetros neste modo, as saídas CV2, CV3 e CV4 podem gerar sinais graduais de tensão correspondentes aos comandos de controle contínuo de MIDI de Modulation (CC01), Pitchbend, Aftertouch, Volume (CC07) ou ao Key Velocity que são recebidos no canal de MIDI 1. Também conforme a configuração de parâmetros neste modo, as saídas GATE3 e GATE4 podem gerar níveis de tensão correspondentes aos estados (off/on) dos comandos de controle de Sustain (CC64) recebidos no canal de MIDI 1, ou do comando de Start/Stop, ou gerar pulsos de tempo de semínimas (1/4) e colcheias (1/8). A saída GATE2 gera pulsos de trigger correspondentes aos sinais de GATE1.

Modo 2 (2 notas / 2 controles)
Neste modo, um comando de nota recebido no canal de MIDI 1 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV1 e GATE1, e um comando de nota MIDI recebido no canal de MIDI 2 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV2 e GATE2.
Conforme a configuração dos parâmetros neste modo, as saídas CV3 e CV4 podem gerar sinais graduais de tensão correspondentes aos comandos de controle de MIDI de Modulation (CC01) ou ao Key Velocity recebidos nos canais de MIDI 1 e 2, respectivamente. Também conforme a configuração de parâmetros neste modo, a saída GATE4 pode gerar níveis de tensão correspondentes aos comandos (on/off) de controle MIDI de Sustain (CC64) recebidos no canal de MIDI 1, ou gerar pulsos de tempo de colcheias (1/8). Neste modo, GATE3 gera sempre pulsos de tempo de semínima (1/4).

Modo 3 (3 notas / 1 controle)
Neste modo, um comando de nota recebido no canal de MIDI 1 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV1 e GATE1; um comando de nota MIDI recebido no canal de MIDI 2 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV2 e GATE2; e um comando de nota MIDI recebido no canal de MIDI 3 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV3 e GATE3.
Conforme a configuração dos parâmetros neste modo, a saída CV4 pode gerar sinais graduais de tensão correspondentes aos comandos de controle de MIDI de Modulation (CC01) ou ao Key Velocity recebidos no canal de MIDI 1.
Também conforme a configuração de parâmetros neste modo, a saída GATE4 pode gerar níveis de tensão correspondentes aos comandos (on/off) de controle MIDI de Sustain (CC64) recebidos no canal de MIDI 1, ou pulsos de tempo de colcheias (1/8).

Modo 4 (4 notas – monofônico)
Neste modo, um comando de nota recebido no canal de MIDI 1 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV1 e GATE1; um comando de nota MIDI recebido no canal de MIDI 2 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV2 e GATE2; um comando de nota MIDI recebido no canal de MIDI 3 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV3 e GATE3; e um comando de nota MIDI recebido no canal de MIDI 4 gera os respectivos sinais analógicos nas saídas CV4 e GATE4. Este modo não converte comandos de controle de MIDI em sinais de CV e nem pulsos de tempo.

Modo 5 (polifônico – 2, 3 ou 4 notas)
Neste modo, os comandos de notas recebidos no canal de MIDI 1 geram os respectivos sinais analógicos nas quatro saídas de CV e GATE, em modo “polifônico”, de maneira que até quatro notas podem estar sendo acionadas simultaneamente (na forma de acordes) por meio dos quatro sinais de CV/GATE. Para isso é necessário dispor de quatro sintetizadores analógicos monofônicos, cada um conectado a um par de CV/GATE do MIDI4CV, e preferencialmente todos ajustados para a mesma forma de onda, e com os mesmos tempos de envelope. Essa operação também pode ser realizada em um sintetizador dotado de quatro VCOs e quatro EG (geradores de envelope).
O gerenciamento das notas no MIDI4CV dá prioridade à nota mais recente (“last note priority”), de maneira que se for executada uma quinta nota, a mais antiga será silenciada no respectivo par CV/GATE MIDI4CV para dar lugar à nota mais recente. Este modo não converte comandos de controle MIDI e nem pulsos de tempo.
É possível configurar a polifonia para 4, 3 ou 2 vozes.

Modo 6 (2 notas / split )
Neste modo, o MIDI4CV só recebe notas pelo canal 1 de MIDI (via MIDI In ou USB) e opera na forma conhecida como “split”, da seguinte maneira: um nota MIDI no canal 1 que seja igual ou superior à nota dó 4 gera os respectivos sinais nas saídas CV1 e GATE1, para acionar aquela nota em um sintetizador analógico; e um comando de nota MIDI no canal 2 que seja inferior à nota dó 4 gera os respectivos sinais nas saídas CV2 e GATE2.
Conforme a configuração dos parâmetros neste modo, as saídas CV3 e CV4 podem gerar sinais graduais de tensão correspondentes aos comandos de controle de MIDI de Modulation (CC01) ou Volume (CC07), ou ao Key Velocity recebidos no canal de MIDI 1. Também conforme a configuração de parâmetros, a saída GATE4 pode gerar níveis de tensão correspondentes aos comandos (on/off) de controle MIDI de Sustain (CC64) recebidos no canal de MIDI 1, ou pulsos de tempo de colcheias (1/8). Neste modo, a saída GATE3 gera sempre pulsos de tempo de semínima (1/4).

Resumo dos modos de operação
A tabela abaixo mostra as funções de cada saída do MIDI4CV em cada modo de operação. Quando há duas funções possíveis, a primeira é a função padrão (default).

Especificações

Conectores

MIDI In (DIN; 5 pinos)
Recebe dados de MIDI externos para gerar os sinais analógicos; (os dados de MIDI recebidos são também direcionados para a porta USB).

MIDI Out (DIN; 5 pinos)
Retransmite os dados de MIDI vindos da porta USB.

USB (tipo B)
Recebe dados de MIDI do computador (Windows ou Mac) para gerar os sinais analógicos; (também opera como interface MIDI-USB, de maneira que os dados vindos do computador são enviados para MIDI Out e os dados recebidos em MIDI In são enviados ao computador

CV1 – CV4 (P2; mono)
Nota (pitch): na configuração 1V/oitava: 0 a +5 V (5 oitavas); na configuração Hz/V: +125 mV a +4 V (5 oitavas); a ação de Pitchbend (±1 oitava) é adicionada ao sinal de CV da nota (somente quando configurado para 1V/oitava); prioridade para a última nota (last note priority);
Pitchbend (CV2 no modo 1): 0 a +5 V (posição central em +2,5 V);
Modulation, Volume, Aftertouch, Key Velocity: 0 a +5 V

GATE1 – GATE4 (P2; mono)
Sinal de gate: positivo (0 a +6 V) ou negativo (+6 a 0 V);
Pulso de trigger: positivo (0 a +6 V), duração de 15 ms;
Pulso de tempo: positivo (0 a +6 V), duração de 20 ms;
Controle de sustain: Off = 0 V; On = +6 V;
Controle de start/stop: Stop = 0 V; Start = +6 V.

Alimentação elétrica

Versão box: 12 Vcc; P4; positivo central; usar somente a fonte de alimentação fornecida (rede elétrica de 100 a 240 V)
Versão eurorack: +12V / GND

Indicadores luminosos

LED de status
Aceso na cor vermelha = ligado e não conectado ao USB;
Aceso na cor verde = ligado e conectado ao USB;
Pisca ao ser selecionado o modo de operação;
Piscante em vermelho durante a configuração de parâmetros.
LEDs dos gates 1-4
Acendem na cor amarela quando o sinal do GATE está positivo (+6 V)

Precisão do sinal de CV

Erro menor do que 10 mV (<12 centésimos de semitom)
Latência entre a nota MIDI e o sinal de CV/GATE menor do que 1,5 mS

Memória

Não volátil; 6 registros de modo de operação com 7 parâmetros em cada um

Consumo

Máx. 600 mW (50 mA em 12V)
Todas as saídas de CV e GATE têm proteção contra curto-circuito e foram especificadas para serem conectadas a uma impedância de entrada de 100 kΩ.

Especificações sujeitas a alteração sem aviso prévio.